7 Grandes benefícios do café comprovados pela ciência

Partilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Beber café é um hábito diário que está, desde há muito, perfeitamente enraizado nas nossas vidas. É um ritual de tal maneira presente na nossa cultura que até associamos o ato de beber café a outras ações quotidianas como refletir, conversar ou desabafar. Tal repercute-se em expressões que já entraram no léxico comum, como “um café e dois dedos de conversa” ou “temos mesmo de tomar um café”.

Assim, seria muito positivo perceber se um hábito tão universal como é o do café – a segunda bebida mais consumida em todo o mundo, logo após a água – traz benefícios a quem o pratica. Beber café é ou não benéfico?, é a pergunta que nos propomos a esclarecer neste artigo. Para podermos responder com segurança, consultámos vários estudos sustentados e fundamentados que apresentamos de seguida.

Estamos todos cada vez mais atentos ao que comemos e bebemos, pelo que temos a certeza que irá apreciar as conclusões que se seguem. Eis os 7 grandes benefícios do café comprovados pela ciência:

1. O café reforça os níveis de concentração, de memória e de aprendizagem

Este benefício era, desde há muito, referido por pessoas que garantiam que beber café as ajudava a concentrarem-se em tarefas que exigiam rigor e concentração, como conduzir, trabalhar ou estudar. Recentemente, tais afirmações ganharam sustentação científica num estudo conduzido pelo investigador Nuno Sousa, do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) que foi posteriormente publicado na revista Molecular Psychiatry. Esta investigação conclui que há – passamos a citar – “uma maior atividade dinâmica em várias áreas do cérebro, a que se junta “uma notória melhoria” na aprendizagem e na capacidade de memória.”

Esta investigação comprovou ainda que a cafeína tem benefícios comprovados relativamente aos níveis de atenção. Ou seja, quem bebe café tem a capacidade de estar mais atento em comparação a quem não bebe café. Tal deve-se aos componentes presentes no café e à forma como estes interagem com as diferentes áreas do nosso cérebro.

2- O café melhora o controlo motor e os níveis de alerta

Os mesmos estudos levados a cabo na Universidade do Minho dão conta de efeitos muito positivos relativos ao controlo motor e aos níveis de alerta. Assim, um consumo regular e equilibrado de café, é, segundo a ciência, consistente com a melhoria do controlo motor e com uma maior atividade dinâmica. Estes estudos são perfeitamente alinhados com os relatos frequentes de pessoas que garantem que o consumo de café lhes dá mais energia, maior capacidade de realizar tarefas com maior foco e desenvoltura e até mesmo mais vontade de treinar. Boas notícias, verdade? 

3- O café é muito rico em antioxidantes

Certamente já sabia que muitos frutos, nomeadamente os vermelhos, são ricos em antioxidantes. É um tema muitas vezes discutido em artigos de nutrição e alimentação saudável. Saiba agora que há também muitos estudos científicos que garantem que café é altamente antioxidante. Estes antioxidantes são extremamente importantes já que combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento celular. Tal deve-se à grande concentração de ácidos fenólicos na composição dos grãos de café. Alguns especialistas defendem mesmo que o café é a bebida que contém mais ácidos fenólicos. É por isso que o café simultaneamente nos rejuvenesce (daí ser usado em tantos produtos de beleza e cosmética) e protege os nossos vasos sanguíneos, favorecendo a saúde do coração.

4- O café reduz sintomas depressivos

Estudos recentes, levados a cabo por investigadores da Universidade de Coimbra, chegaram à conclusão que a cafeína desempenha um papel importante de normalização na função cerebral, ao travar vários sinais de alarme, alguns deles ligados à depressão. O autor do estudo, o Dr. Rodrigo Cunha, do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, garante que “a cafeína e os análogos da cafeína têm a capacidade de modelar o sistema imuno-inflamatório.”

Este estudo, realizado em Portugal, junta-se a outros estudos realizados em todo o mundo que apontam no mesmo sentido, dando conta dos efeitos benéficos da cafeína para reduzir sintomas ligados à depressão, reconhecida como uma das grandes doenças silenciosas dos nossos tempos. 

5- O café ajuda a evitar doenças crónicas ligadas ao envelhecimento

Que grande notícia! Em declarações à rubrica “Uma janela de Esperança”, no canal televisivo SIC, o supracitado Dr. Rodrigo Cunha afirmou que os estudos que tem levado a cabo no Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra apontam para uma conclusão muito animadora: “as pessoas que bebem regularmente café, vivem praticamente o mesmo que as outras, mas com muito menos doenças crónicas associadas ao envelhecimento. E tendo em conta que o envelhecimento é, de longe, o maior fator de risco para doenças crónicas, nós temos aqui uma esperança que não vislumbrávamos há uns anos”.

Este benefício é particularmente importante porque incide e reflete sobre a importância da manutenção da saúde também nas idades mais avançadas.

6- O café não engorda

Este benefício vai agradar a todas as pessoas que não querem aumentar a quantidade de calorias da sua dieta. Antes de mais, é importante reforçar o apelo de que todos devemos ser vigilantes em relação à nossa saúde. Devemos igualmente evitar alimentos altamente calóricos, já que estes se traduzem em aumento de peso e em possíveis problemas cardiovasculares. Saiba, desde já, que o café é praticamente isento de calorias. Segundo os nutricionistas, cada chávena de café contém apenas 2 a 5 calorias, desde que, claro, não acrescente açúcar. Tal como nos benefícios anteriores, vamos apontar aqui o que os mais recentes estudos científicos nos trazem: segundo um estudo publicado no The Journal of Nutrition, nos Estados Unidos da América, há evidências que mostram que quem consome duas a três chávenas de café por dia tende a ter menores taxas de gordura abdominal do que as pessoas que não consomem café.

7- O café é rico em vitaminas e minerais e ajuda a combater a inflamação

Um dos benefícios que indicámos acima é que o café é muito rico em antioxidantes. A este grande benefício, juntam-se os que vamos falar já de seguida: a ciência diz-nos também que os componentes que constituem o café são ricos em potássio, fósforo e magnésio, que desempenham um papel vital na defesa e manutenção do nosso organismo. O café é ainda composto com vitaminas do complexo B. Mas não é tudo!  Segundo uma investigação levada a cabo pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos da América, o café pode desempenhar um papel fundamental no combate à inflamação. Este estudo comprovou que a cafeína presente no café auxilia a prevenção e o tratamento de diversas doenças, já que tem um poderoso efeito anti-inflamatório.

O café traz saúde e esta é uma belíssima forma de concluir esta lista de benefícios.

Gostamos de partilhar boas notícias e ficamos muito satisfeitos ao perceber que estes benefícios se referem a conclusões obtidas a partir de vários estudos sérios, bem fundamentados e sustentados.

Antes de terminar, queremos deixar-lhe uma recomendação: consuma café de qualidade que ajude a potenciar todos os benefícios que leu neste artigo. Tenha também atenção às quantidades ingeridas e opte pelo consumo moderado de café, entre 2 a 4 chávenas diárias. E na hora de escolher o seu café de eleição, certifique-se sempre da qualidade do mesmo. Descubra o nosso café Everyday Coffee, onde a qualidade e o rigor estão presentes em cada momento do processo de produção até este chegar até si. Escolha a Everyday Coffee e desfrute de um café de excelência.